Sabem quando temos uma quantidade excedente de algum ingrediente e se não inventarmos algo com ele acabará não sendo usado? Pois foi isso que aconteceu conosco logo após termos feito iogurte duas vezes seguidas e, ainda por cima, com uma virada de tempo que derrubou a temperatura. Bem, agora juntem a isso maçãs demais na geladeira. Já deu pra ver o resultado né? Um bolo.
Porém não queríamos um bolo simples, mas também nada muito complicado de fazer. Procurando pela internet achamos essa receita do blog Kitchen M  – que resultou em um bolo saboroso, cheiroso, molhadinho e  irresistível! Facilitamos um pouco o modo de preparo acrescentando os ingredientes como abaixo, fugindo do que a receita original mandava fazer.

Bolo de maçã e iogurte

Ingredientes
  • 2 xícaras de farinha de trigo
  • 1 colher de chá de bicarbonato de sódio
  • 1 colher de chá de fermento em pó (químico)
  • 6 colheres de manteiga
  • 3/4 xícaras de açúcar
  • 1 ovo (grande)
  • 1 clara
  • 1 xícara de iogurte natural
  • 2 1/2 maçãs pequenas, descascadas, descaroçadas e picadas
  • Cobertura
  • 3 colheres de sopa de açúcar mascavo
  • 1/3 xícara de nozes picadas (usamos pecans)
  • 1 colher de chá de canela em pó
Preparo
  1. Unte uma forma de mais ou menos 25cm de diâmetro ou prepare a forma de muffin. Pré aqueça o forno a 180ºC.
  2. Primeiro, prepare a cobertura, misturando todos os ingredientes. Reserve.
  3. Bata a manteiga e o açúcar até ficar bem homogêneo, junte o ovo e a clara e continue batendo. Acrescente o iogurte e misture bem.
  4. Acrescente a farinha, o bicarbonato e o fermento mexa bem e então coloque as maçãs, cuidando para não misturar demais e quebrá-las.
  5. Colocar na forma untada, por cima polvilhar a cobertura e assar por 40 minutos ou até que um palito espetado no meio do bolo saia limpo.
 
Uma delícia. Difícil não sucumbir ao aroma de maçã e canela que toma conta da casa. A farofa em cima ficou crocante e deu um sabor especial e a maçã cortada em pedaços de tamanho irregular proporcionou uma textura diferenciada. A conservação não foi problemática, pois o bolo não durou muito! Bom, um deles pelo menos. Como fizemos dois pequenos, o segundo  resistiu firme e forte até o terceiro dia, guardado a temperatura ambiente, em um recipiente fechado. Foi uma ótima opção para o lanche.
Querendo que fique mais child friendly  é só tirar a cobertura (ou diminuir a quantidade de especiarias), mas a Isabella não se importou com a farofa. Já o sofá e o tapete da sala…